Você sabe a diferença entre seguro auto e proteção veicular?

Seguro auto e proteção veicular podem até parecer a mesma coisa, inclusive no discurso, porém na prática elas são bastante diferentes. Enquanto o seguro auto é oferecido por empresas seguradoras de veículos a proteção veicular é uma cooperativa de pessoas. Entenda melhor qual a diferença entre o seguro auto e proteção veicular para não cair em furadas na hora de escolher um seguro para o seu carro.

• Ausência de apólice

As diferenças entre seguro veicular e proteção veicular são várias a começar pela ausência de uma apólice quando se trata de uma proteção veicular. Nesta modalidade, os donos dos veículos formam uma associação e por meio de um contrato de responsabilidade mútua todos os participantes são responsáveis pelos carros associados. O risco de cada carro da cooperativa é dividido entre todos os participantes pois não existe nenhuma instituição responsável por trás e que assegure o pagamento em caso de qualquer incidente.
Já o seguro auto é realizado por uma empresa de seguro tradicional e que segue rigorosos padrões onde o proprietário do carro transfere para a seguradora o risco do seu veículo ficando a seguradora totalmente responsável pelo risco assumido na apólice firmada.

• Diferença no prêmio

O prêmio é o valor pago para que uma seguradora assuma os riscos pelo seu carro. Esse prêmio é estipulado por vários fatores, entre eles as características do carro mas também do motorista e inclusive os principais locais onde frequenta com o carro e os motoristas adicionais. Essa também é uma diferença entre o seguro veicular e proteção veicular.
A proteção veicular leva em conta somente as características do carro e caso você esteja entre um desses cooperados pode ser que pague caro pelas imprudências de um motorista descuidado ou que exponha o carro a riscos maiores do que o normal.
A forma de cobrar pelo seguro de ambas também é diferente. Os seguros de carro feitos por seguradoras são cobrados em uma única cota ou em parcelas pré-fixadas. Já as cooperativas cobram um valor de mensalidade que é composta por uma taxa de administração fixa mais o rateio mensal de todos os prejuízos com os carros da cooperativa no mês anterior.
Além disso, em caso de um sinistro as seguradoras garantem o pagamento da indenização pois são obrigadas a terem uma reserva para isso; já nas cooperativas de proteção veicular a garantia vai depender do pagamento das mensalidades por todos os cooperados naquele mês.

• Falta de regulamentação

Outra grande diferença é a regulamentação ou a ausência dela. Enquanto as seguradoras de carro são regulamentadas e aprovadas pelo Conselho Nacional de Seguros Privados – CNSP, pela Superintendência de Seguros Privados – Susep, além do órgão do Ministério da Fazenda que fiscaliza o mercado de seguros; as cooperativas de proteção veicular não são regulamentadas por leis e nem são fiscalizadas por nenhum órgão governamental.

Antes de escolher o seguro do seu carro tenha a certeza de que a empresa que está contratando esta autorizada e regulamentada pela Susep e CNSP para evitar que tenha qualquer problema na hora em que mais precisar da seguradora. Já imaginou descobrir que o suposto seguro não cobre a sua necessidade depois que já tiver acontecido um sinistro?

Sendo assim, seguro de automóvel apenas com Corretor de Seguros.
Fedozzi & Oliveira Corretora de Seguros (19) 3326-7161.